Pages

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Eu tô ficando velha, eu tô ficando louca

Procurando cada vez mais ser uma fashion em meio de tantos, por obrigação, ou apenas por um anseio inútil e desnecessário. É em decorrência de que "tô ficando velha, tô ficando louca" (Mallu Mudada Magalhães), vai crescendo junto com os anos de vida a responsabilidade e essa sede infinda de querer abraçar o mundo todo de uma vez só, sem nem pensar duas vezes, ter o desejo de que aconteça assim, em segundos, como mágica... Aquela que a gente só acredita quando tem menos de 10 anos.
É difícil sair de uma rotina que lhe sustentou por anos e acabam passando-se os mesmos, e vêm a mudança que muitas vezes assusta junto com aquele felicidade louca enfurecida. Esse é o momento em que a caixa pensante tem que trazer, de qualquer forma, saídas para aguentar essa nova porta que me acho bem de baixo dela.
Nessa balburdia que me encontro, vou apenas me satisfazer com taxas em jeans e batom vermelho e sustentá-los comigo até toda essa bagunça passar. Essa sou eu vendo o lado bom. Ou não.
 

1 comentários:

Ludi disse...

Malu mudada pra melhor pelo menos hehehe. Se a gente não conseguir olhar o lado bom da balburdia a gente fica velha e pirada. Melhor ficar velha e louca. :)

Postar um comentário

 

Blog Template by YummyLolly.com